Pesquisar

Acolher a si mesmo

Se desejamos encontrar
um diamante,
escavemos nossos escombros.
Lá o veremos,
ainda que disforme e sem brilho.

Descobriremos
nossa beleza original:
somos diamantes
em processo de lapidação.

Encontrá-lo, exigência constante.
Libertação do medo de nós mesmos,
das nossas falências.

Não procuremos
fora o tesouro que habita em nós.
Aos olhos de quem nos fez,
somos diamantes,
destinados a reluzir no amor.

Só o tempo, lapidário divino,
dará forma e brilho
aos que acolhem a si mesmos
sem nenhuma peia.

Dom Geovane Luís Da Silva
Seja serviço de amor | Bispo diocesano de Divinópolis (MG)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira
plugins premium WordPress Pular para o conteúdo