Pesquisar

Dom Otacilio Ferreira de Lacerda envia carta à Comissão para Ação Social Transformadora: Reflexões e Propostas em Destaque

“E disseram um ao outro: ‘Não ardia o nosso coração quando Ele nos falava pelo caminho,
quando nos explicava as escrituras?’”
(Lc 24,32)

Amados irmãos e irmãs, celebrar a Páscoa de Jesus, para nós das Pastorais Sociais, é renovar o nosso compromisso com a causa das pessoas em situação de vulnerabilidade social, é reafirmar o nosso sim, como continuadores/as da sua divina missão: “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque Ele Me consagrou com a unção, para anunciar a Boa Notícia aos pobres; enviou-Me para proclamar a libertação aos presos e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os oprimidos, e para proclamar um ano de graça do Senhor” (Lc 4, 18-19).
Deste modo, nossa missão enquanto Pastorais Sociais é ser sinal de ressurreição junto aos empobrecidos, porque essa foi a opção de Jesus e, é a opção preferencial feita pela Igreja da latinoamericano e caribenha, na Conferência de Medellín (1968) e reafirmada nas Conferências de Puebla (1979), Santo Domingo (1992) e com notáveis avanços na Conferência de Aparecida (2007). Urge que tenhamos corações ardentes, como ardia os corações dos discípulos de Emaús ao ouvir o peregrino que caminhava com eles, falando dos profetas, das escrituras e das passagens que falavam da vida e missão de Jesus Cristo; e quando o peregrino pegou o pão, abençoou e partiu o pão, e imediatamente reconheceram Jesus e entenderam o porquê durante a caminhada e diálogo, e assim, tiveram a certeza de Jesus o Cristo havia vencido a morte, ressuscitado. Que a Páscoa celebrada seja a continuidade de páscoas diárias em nossa vida e na vida de cada Pastoral Social do nosso Regional Leste 2, na fidelidade a Jesus, o Cristo Ressuscitado, e que possamos ressuscitar todos os dias nas lutas e na vida do povo empobrecido das Minas e das Gerais, com a intercessão de Santo Oscar Romero (defensor dos direitos humanos, da paz e dos mais pobres), sejamos encorajados por suas palavras – “Se me matarem, ressuscitarei na luta do meu povo” . A Campanha da Fraternidade 2024, nos agraciou com o Tema “Fraternidade e Amizade Social”, reafirmando nossa irmandade com o lema: “VÓS SOIS TODOS IRMÃOS E IRMÃS” (cf. Mt 23,8). Por isto, na comunhão de irmãos e irmãs, ressoe em nossos ouvidos e corações, o refrão: “Javé, o Deus dos pobres, do povo sofredor, aqui nos reuniu pra cantar o seu louvor, pra nos dar esperança e contar com
sua mão na construção do reino, reino novo, povo irmão”. Feliz Páscoa! Aleluia! Aleluia!


Guanhães, 27 de março de 2024.
Dom Otacílio Ferreira Lacerda
Bispo da Diocese de Guanhães-MG
Bispo Presidente da Comissão para Ação Social Transformadora da CNBB Leste 2.
Rodrigo Pires Vieira
Secretário executivo da Comissão para Ação Social Transformadora da CNBB Leste 2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira
plugins premium WordPress Pular para o conteúdo