Pesquisar

Sínodo 2023: Sônia Gomes, leiga da arquidiocese de Montes Claros, cumprimenta o Papa Francisco na abertura oficial

Na quarta-feira, 04 de outubro, a XVI Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos teve início na Sala Paulo VI, no Vaticano. Este evento, que se estenderá até o dia 29 de outubro, reúne representantes da Igreja de todo o mundo em um momento de reflexão e discernimento sob a temática da sinodalidade.

O Papa Francisco, de forma espontânea, dirigiu-se aos participantes durante a primeira Congregação Geral deste Sínodo. O Santo Padre destacou a importância da sinodalidade, observando que a Igreja no Ocidente havia perdido essa ideia e, por isso, São Paulo VI criou o Secretariado do Sínodo dos Bispos há décadas.

O conceito de sinodalidade, segundo o Papa, ainda não atingiu pleno amadurecimento e não é amplamente compreendido dentro da Igreja, mas ao longo dos anos, a Igreja tem gradualmente trilhado esse caminho. O Papa enfatizou que o Sínodo sobre Sinodalidade não é uma reunião política, mas um espaço de graça e comunhão, orientado pelo Espírito Santo.

O Papa destacou a importância da presença do Espírito Santo, que deve guiar o Sínodo, e alertou contra interesses humanos, pessoais e ideológicos que possam interferir no processo. Ele enfatizou que o protagonista do Sínodo não são os participantes, mas o Espírito Santo.

No contexto do Sínodo dos Bispos, a arquidiocese de Montes Claros tem a honra de ser representada por Sônia Gomes de Oliveira, presidente do Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB) e leiga ativa. Ela enviou uma foto cumprimentando o Papa Francisco durante a abertura oficial do Sínodo, levando os cumprimentos ao Santo Padre, não só da arquidiocese, mas de todos os brasileiros e brasileiras.

A presença de Sônia na XVI Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos é um testemunho do compromisso dos leigos e leigas com a Igreja e sua participação ativa na sinodalidade. Ela, como representante do CNLB, desempenhará um papel fundamental neste importante encontro eclesial.

Além dela, outros representantes do Brasil também participam ativamente deste Sínodo, incluindo arcebispos escolhidos pela CNBB, testemunhas do processo sinodal, membros do Conselho Ordinário da Secretaria Geral do Sínodo e peritos.

Este é um momento de profunda reflexão e discernimento para a Igreja Católica, e a arquidiocese de Montes Claros se une em oração e apoio a todos os participantes deste Sínodo, buscando a orientação do Espírito Santo em cada passo do caminho. Acompanhe as atualizações e as contribuições dos representantes brasileiros enquanto caminhamos juntos neste importante evento da Igreja.

Comunicação arquidiocese de Montes Claros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira
plugins premium WordPress Pular para o conteúdo