Pesquisar

Comunidades paroquiais estão em contagem regressiva para a festa do Centenário Diocesano de Juiz de Fora

Em clima de alegria e grande expectativa, a arquidiocese de Juiz de Fora se prepara para a celebração do Centenário Diocesano. Após o triênio vivido com o Ano dedicado a São José em 2021, o Ano consagrado a Santo Antônio em 2022 e o Ano Mariano em 2023, o jubileu festivo será marcado pelo Ano Eucarístico em 2024.

Diversas atividades comemorativas serão realizadas ao longo do ano, tendo início no próximo dia 1º de fevereiro, dia exato do aniversário de 100 anos da diocese, com um tríduo preparatório que será celebrado em todas as paróquias. A solenidade principal ocorrerá no domingo, dia 4, reunindo os fiéis na Catedral, às 16h, com a Santa Missa presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira. Antes, às 14h, será realizada uma tarde de louvor, comandada pelo padre Pierre Maurício de Almeida Cantarino. As festividades serão regidas pelo tema “Igreja de Juiz de Fora, há 100 anos caminhando na estrada de Jesus” e pelo lema: “Fazei de nós um só corpo e um só espírito” (cf. Ef 4,4).

Todas as 91 paróquias que compõem o território arquidiocesano estão se mobilizando para participar desse momento histórico. Em espírito de comunhão com a Igreja Particular de Juiz de Fora e com o coração em festa, os paroquianos estão na contagem regressiva para viver este tempo especial de graça. Além da preparação do tríduo celebrativo e da divulgação da programação das festividades, estão sendo organizadas caravanas para a Celebração Solene, que contará com a presença de todo o Clero e de representantes das 12 foranias da arquidiocese.

Na Paróquia São João Nepomuceno, na cidade homônima, está sendo organizada uma romaria com dois ônibus repletos de fiéis que irão fazer parte deste dia memorável. A programação do centenário está sendo divulgada intensamente nas redes sociais e em outros meios de comunicação da paróquia, bem como no aviso ao final das missas, convidando os cristãos a participarem deste momento de fé e alegria. “A expectativa é grande, pois será uma festa muito importante e significativa para todos nós que integramos a diocese de Juiz de Fora. É uma data bastante especial! São 100 anos de serviço ao Reino de Deus, 100 anos dedicados ao anúncio do Evangelho”, afirmou a coordenadora da Pastoral da Comunicação da Paróquia São João Nepomuceno, Adriana de Freitas Dutra. Segundo a jornalista, participar das celebrações do Centenário será um momento forte de espiritualidade, renovação da fé, crescimento no amor e pertença a esta Igreja Particular. “Será uma alegria estar em comunhão com nossos irmãos de tantas paróquias e comunidades, agradecendo a Deus por esta longa caminhada de fé e de testemunho evangelizador de nossa diocese.”

Em Ewbank da Câmara (MG), também está sendo preparada uma caravana para a grande festa do Centenário, na Paróquia Santo Antônio. Durante as missas e nas redes sociais, os paroquianos estão sendo informados dos preparativos e está sendo organizado o tríduo preparatório. De acordo com a Coordenadora de Liturgia da paróquia, Ana Maria de Souza, é grande a expectativa em fazer parte deste momento tão especial na história diocesana e caminhar juntos, como um grande corpo missionário, na celebração deste marco e na vivência do Ano Eucarístico. “Participar deste momento é sentir a comunhão entre as paróquias, uma oportunidade de voltar às origens e deixar passar no nosso coração tudo aquilo que nesses 100 anos a diocese viveu. Agradecendo a Deus porque até aqui o Senhor nos sustentou e permitiu que, em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, fosse anunciado o seu nome e testemunhado por uma comunidade de fé o seu amor através da evangelização. É tempo de render graças e reconhecer quantas pessoas fizeram e fazem parte desta linda história. Parabéns, povo de Deus!”, comemorou a fiel.

Com igual animação, a Paróquia Nosso Senhor dos Passos, em Rio Preto (MG), também organiza uma caravana para a grande celebração. A estimativa é de que cerca de 60 paroquianos participem. “Será um momento de muita grandeza espiritual receber milhares de fiéis de todas as paróquias que pertencem a arquidiocese. É uma data de suma importância comemorar um século de existência na fé cristã. Para a nossa Igreja Católica Apostólica Romana é uma dádiva de Deus!”, festejou Rosely Aparecida Pereira de Oliveira, que há seis anos participa da Pastoral Familiar da referida paróquia. Ela conta como será a programação paroquial em preparação para a solenidade no domingo, dia 4 de fevereiro: “Nós, fiéis, fomos convidados pelo nosso pároco, padre Carlos Alberto, a nos preparar espiritualmente para vivenciar de forma mais profunda o mistério celebrado, com um momento Eucarístico, no dia 1º; penitencial em 2 de fevereiro, e no sábado (3), dedicado a Nossa Senhora, data na qual também celebraremos a memória de São Brás, com a tradicional bênção das gargantas.”

Testemunha de fé na caminhada centenária

A celebração do Jubileu Diocesano é um tempo de graça para todos os cristãos unidos nesse caminho sinodal e torna-se ainda mais especial para quem testemunhou grande parte dessa trajetória centenária. É o caso de Dona Téa Beraldo, de 82 anos de idade, e que há 63 anos colabora na Paróquia Bom Pastor, no bairro homônimo, onde atualmente é coordenadora do Conselho Pastoral Paroquial (CPP) e da Liturgia.

A paroquiana carrega boas lembranças vividas na diocese de Juiz de Fora e elenca algumas delas. “Pessoalmente, minha participação neste momento tão importante da arquidiocese é muito gratificante. Meu envolvimento na Paróquia Bom Pastor acontece desde sua fundação, em 1º de novembro de 1960. Trago na memória muitas lembranças da minha infância na caminhada da diocese, pois ainda não tínhamos no nosso bairro a paróquia. Dentro da trajetória diocesana, nas memórias, trago com carinho as procissões da Semana Santa; as posses que participei dos nossos Bispos, desde o falecimento de Dom Justino José de Santana, Dom Geraldo, Dom Clóvis, Dom Juvenal, Dom Eurico e Dom Gil. Na Catedral, tivemos a alegria de celebrar a Ordenação Episcopal de Dom Walmor Oliveira de Azevedo, que na época era Pároco da Paróquia Bom Pastor e foi designado para Salvador (BA); também Dom João Justino, que havia sido Pároco da Paróquia Bom Pastor, foi ordenado bispo na Catedral de Juiz de Fora e designado como bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG); e a participação de nossa paróquia nos Sínodos Arquidiocesanos.”

Segundo Dona Téa, em sintonia com toda a Igreja local, a Paróquia vem se preparando para a grande celebração do Centenário Diocesano com a convocação dos grupos, movimentos e pastorais para marcarem presença nos momentos celebrativos, como o Tríduo preparatório e a Celebração Solene na Catedral Metropolitana, onde estarão presentes com bandeiras e banners das comunidades. “Estamos vivendo um tempo precioso que antecede os 100 anos da diocese de Juiz de Fora. Existe uma grande expectativa nas Paróquias que se preparam para esse grande evento.”

Vamos colorir a Catedral?

Para que a festa dos 100 anos da diocese fique ainda mais bonita e organizada, transformando nossa Igreja em um só corpo e um só espírito, representantes de pastorais, movimentos e grupos da arquidiocese de Juiz de Fora são convidados a levarem lenços, bandeirinhas ou vestirem camisas da cor de sua respectiva forania para a grande celebração solene.

A proposta é lotar e colorir a Catedral Metropolitana no dia 4 de fevereiro, tornando a experiência de comunhão e partilha desse jubileu em um tempo de intensa alegria, animação e revigoramento da fé, na presença de Jesus Eucarístico.

Veja abaixo qual é a cor da sua forania:

Assessoria de Comunicação/Imprensa Arquidiocese de Juiz de Fora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira
plugins premium WordPress Pular para o conteúdo