Pesquisar

Comissão para Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB se reúne para reunião ordinária, em Brasília (DF)

Os bispos e os assessores da Comissão Episcopal para Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) estiveram reunidos nos dias 30 e 31 de agosto, na sede da entidade em Brasília (DF). Esse foi o primeiro encontro presencial do grupo que foi formado após o Conselho Permanente de junho.

O bispo de Rondonópolis–Guiratinga (MT) e presidente da comissão, dom Maurício da Silva Jardim, coordenou a reunião com os bispos de Araçuaí (MG), dom Esmeraldo Barreto de Farias; de Cachoeiro de Itapemirim (ES), dom Luiz Fernando Lisboa; e o bispo auxiliar de Belém do Pará, dom Paulo Andreolli; e os assessores da comissão, irmã Eliane Santana e padre Tiago Ávila Camargo.

“Está sendo a primeira reunião presencial com os bispos e os assessores. A primeira, nós tivemos a oportunidade de fazer só os bispos lá em Rondonópolis, durante o 15º Intereclesial das Cebs. E hoje, junto com os assessores, nós conseguimos, dividir as atribuições de cada um para acompanhar os diferentes projetos. São vários sonhos, são muitas frentes, muitos trabalhos que a comissão tem para o próximo quadriênio”, ressalta dom Maurício.

Dinamizar a vida missionária da Igreja do Brasil

Na pauta, o grupo avaliou o 24º Plano de Pastoral do secretariado geral da CNBB – 2024-2027; refletiram os próximos passos do Programa Missionário Nacional 2019-2023 – que tem o objetivo de contribuir para que a missão seja, efetivamente, parte integrante da vida cristã e dos organismos eclesiais; refletiram sobre os Conselhos Missionários; sobre o Projeto Igrejas Irmãs, que envia missionários e missionárias religiosos ou leigos para evangelizar nas comunidades mais longínquas do Brasil e também em países como Guiné-Bissau, Haiti e Moçambique.

Além disso, foi avaliado o processo de renovação do convênio da CNBB, por meio da comissão, com a PUC Paraná e a PUC Rio, que envia professores para o Timor Leste, Guiné Bissau e Moçambique; reflexão sobre a atuação da Pastoral dos Brasileiros no Exterior (PBE); a programação dos cursos presenciais, on-line e itinerantes do Centro Cultural Missionário (CCM) para 2024, além da atualização da agenda da comissão.

Pastoral dos Brasileiros no Exterior

O bispo de Cachoeiro de Itapemirim, dom Luiz Fernando Lisboa e novo referencial da Pastoral dos Brasileiros no Exterior, destacou que o plano agora com a PBE é retomar os contatos com as Conferências Episcopais de diferentes países, por exemplo, Inglaterra, Irlanda, Estados Unidos, Japão, Austrália, que tem pedido colaboração com esse trabalho da pastoral.

“Nós queremos retomar agora todos esses contatos com os responsáveis de cada conferência e começar a fazer esse trabalho, de ver pessoas que possam ser enviadas, de contatar as pessoas que já estão nesses países realizando esse trabalho. Então está tudo no começo para nós, que somos uma comissão com integrantes novos”, disse.

Dom Luiz, que serviu como missionário em Moçambique por quase 20 anos, sendo seis anos e meio como bispo da diocese de Pemba, fala da importância da Pastoral dos Brasileiros no Exterior.

“É fundamental, não só para os missionários que estão lá, mas para os brasileiros que vivem no exterior. É muito importante a presença de um bispo lá ou da Igreja do Brasil que reúna uma parte desses brasileiros e que diga, olha, a Igreja do Brasil está com vocês e que incentiva as pessoas a aprofundarem a sua inserção nas comunidades locais para que eles possam continuar a sua vida cristã e missionária na Igreja no país que os acolheu”, ressalta dom Luiz.

Mês Missionário

No domingo, dia 1º de outubro, às 12h, será celebrada a missa de abertura do Mês Missionário no Santuário Nacional de Aparecida (SP), presidida pelo presidente da comissão, dom Maurício da Silva Jardim. Na véspera, 30 de setembro, será realizada também a celebração da comemoração dos 180 anos da obra pontifícia Infância e Adolescência Missionária (IAM), também no Santuário, às 9h, sob a presidência de dom Maurício.

Organização da Comissão

  • Conselho Missionário Nacional (COMINA/COMIRES) – Dom Maurício da Silva Jardim, bispo de Rondonópolis-Guiratinga (MT) e Irmã Eliane Costa Santana, assessora da comissão.
  • Programa Missionário Nacional (PMN) – dom Esmeraldo Barreto de Farias, bispo de Araçuaí (MG) e padre Tiago Ávila Camargo, assessor da comissão.
  • Centro Cultural Missionário (CCM) – Dom Maurício da Silva Jardim e padre Tiago Ávila Camargo
  • Projeto Igrejas Irmãs – dom Paulo Andreolli, Xaveriano, bispo auxiliar de Bélem (PA) e padre Tiago Ávila Camargo.
  • Projetos Ad Gentes e Pastoral dos Brasileiros no Exterior (PBE) – dom Luiz Fernando Lisboa, bispo de Cachoeiro do Itapemerim (ES) e Irmã Eliane Costa Santana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira
plugins premium WordPress Pular para o conteúdo