Pesquisar
24dez2023

1ª LEITURA – 2Sm 7,1-5.8b-12.14a.16

A profecia de Natã é a base e a origem de todo o movimento messiânico. Ela foi escrita, quando a
monarquia era sinal da desgraça do país, pois os reis, violando a Aliança, foram os maiores responsáveis
pela queda da nação e ainda pelo exílio.

Depois que Davi tinha dominado os povos vizinhos e construído para si um suntuoso palácio, ele se
lembrou que Javé morava numa tenda. Então, ele quis com boas intenções construir uma casa-templo
para Deus. Natã concorda, mas, naquela mesma noite, Deus o corrige e manda um recado para Davi.
Deus relembra que foi ele que fez Davi subir de posto, chegar ao trono. Andou com ele por toda a parte e derrotou os inimigos dele. Vai continuar enaltecendo o seu nome e acompanhando o seu povo. Mas não se deixará enquadrar em um templo e ser manipulado. Deus é maior do que qualquer templo. Ao invés de Davi construir uma casa-templo para Deus, Deus é que construirá uma casa-dinastia para Davi e seus sucessores. E a realeza de Davi será para sempre. Deus será para o filho de Davi como um pai e ele será para Deus como um filho. Após o exílio, sem templo, sem rei, sem palácio, o povo reanima suas
esperanças com esta profecia de Natã. É a esperança do Messias. A encarnação de Jesus realiza as
esperanças do povo.

2ª LEITURA – Rm 16,25-27

Estamos lendo o final da carta aos romanos; é um hino de louvor e glória a Deus, cheio de sabedoria e
poder. Paulo, primeiramente, afirma o poder de Deus, poder de conservar a comunidade, que mora em
Roma, firme na firmeza do seu Evangelho e na mensagem de Jesus Cristo. O Evangelho de Paulo é a
mensagem de Jesus. Dá uma impressão de que são coisas distintas, mas na realidade é uma coisa só. Paulo se considera, e na verdade é, o mensageiro da Boa Nova aos pagãos. Ele anuncia que a salvação não está no cumprimento da Lei judaica, mas na fé em Jesus Cristo. Por isso, a salvação não é privilégio dos judeus, mas aberta a todos os pagãos. Esse é o seu evangelho. Essa é a mensagem de Jesus. Segundo – Este mistério da salvação para todos estava escondido no coração de Deus. Depois, ele foi anunciado pelos profetas, mas é só em Jesus Cristo que ele alcança a plenitude da salvação. Em sua encarnação, paixão e morte, Jesus revela todo o mistério do amor de Deus sem fronteiras. O importante agora é a obediência da fé. Por causa do seu poder misericordioso e de sua infinita sabedoria seja dada ao nosso Deus, por meio de Jesus Cristo, a glória para sempre.

EVANGELHO – Lc 1,26-38 (Anunciação)

O mistério escondido no coração de Deus vai ser agora plenamente revelado em Jesus Cristo (2a leitura).
A profecia de Natã de que é Deus que construirá uma casa-dinastia também vai realizar-se no reinado do
Messias. Em Jesus, o povo vai ver realizadas suas esperanças. No texto de hoje, temos: Primeiro: o envio
do anjo Gabriel a uma jovem chamada Maria na Galiléia, terra dos marginalizados. Maria estava noiva de
José que era descendente de Davi. Segundo: O anjo acabando com os preconceitos de não se poder dirigir a saudação a uma mulher, saúda Maria, convidando-a a alegrar-se, pois o Senhor está com ela e ela está repleta dos favores de Deus. A alegria dos tempos messiânicos já começa a aparecer. O Messias, o continuador da dinastia de Davi, nascerá do seio de Maria e seu reino não terá fim. É a profecia de Natã
se realizando. Terceiro: Maria pergunta como isto vai acontecer e o anjo responde que é pelo poder do
Espírito Santo que ela conceberá. Deus mostra a independência e a liberdade do seu agir na história. José
não tomará parte na gravidez de Maria, mas assegurará mesmo assim a filiação davídica de Jesus, pois ele
é descendente de Davi; Jesus é assim Filho de Deus e Filho de Maria. Não tem pai humano, apenas mãe.
Para mostrar que para Deus nada é impossível, o anjo revela a gravidez de Isabel, que era estéril e que já
está no sexto mês. Quarto: é o sim de Maria. Maria se coloca como a serva; está inteiramente a serviço da
Palavra de Deus. Podemos dizer a serviço da Palavra, que anuncia tempos novos, que gera uma sociedade
nova. Maria está a serviço da Palavra que se fez carne; está a serviço de Jesus. A novidade do Reino só
acontecerá se nos colocarmos a serviço de Jesus. Mais tarde, Maria vai nos revelar o segredo do Reino =
“Fazei tudo o que ele vos disser”.

Dom Emanuel Messias de Oliveira
Bispo diocesano de Caratinga

plugins premium WordPress Pular para o conteúdo